Inquietos


Sinopse

Annabel Cotton (Mia Wasikowska) é uma bela e encantadora paciente terminal de câncer com um profundo amor pela vida e pelo mundo natural. Enoch Brae (Henry Hopper) é um rapaz que perdeu a fé na vida, após uma tragédia familiar. Quando esses dois se esbarram por acaso em um funeral, descobrem muitas coisas em comum em suas vivências extraordinárias de mundo. Para Enoch, isso inclui seu melhor amigo, Hiroshi (Ryo Kase), o fantasma de um piloto de caça kamikaze. Para Annabel, envolve sua admiração por Charles Darwin e seu interesse pela vida de outras criaturas do reino animal. Ao saber da morte iminente de Annabel, Enoch oferece-se para ajudá-la a enfrentar seus últimos dias com humor e descontração, desafiando o destino, a tradição e até a própria morte.

Trailer

Pitaco da Mô

Quando vi que a atriz principal era a Mia eu quase deixei de querer ver porque, vamos combinar, sua Alice ficou longe de ser do país das maravilhas.
Mas ao assistir o trailer percebi que esse é o tipo de papel que ela fica muito bem. Não necessariamente alguém doente, mas definitivamente alguém que não é a Alice.

Enfim, esse não é um filme que você vai se surpreender com o final em si, até porque quem assiste sabe desde o começo que ela vai morrer, mas é impressionante a alegria com que Annabel vive. Apesar de tanta tragédia ela não se deixa abater, o que causa um choque quando ela conhece Enoch, que é o total oposto dela. Enoch é pessimista, bravo, respondão e impaciente, e ao longo do filme você vai vendo as mudanças na sua característica, graças à amizade com Annabel.

É muito menos um filme sobre doenças e morte e muito mais sobre a vida. Sobre curtir a vida e fazer o que se tem vontade.

Gostei bastante do final, principalmente porque conta a bonitinha história do Hiroshi, o amigo fantasma de Enoch.
Não vou mentir e dizer que não fiquei com o coração apertadinho no final, mas a maneira com que foi conduzido isso no filme foi muito gentil, muito puro. Você sabe que ela morreu, mas eles contam de outra maneira, sem ser impactante demais. Ponto para Gus Van Sant!
Senti várias coisas assistindo o filme: alegria, ansiedade, pena, tristeza e compaixão.

Me lembrou bastante Doce Novembro em alguns momentos.

Não sei se é um filme que todos vão gostar, mas definitivamente eu curti bastante, é muito bonito. Além disso, os atores principais estão muito bem e eles combinam.

Nota

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s