Máquina de livros no metrô

Fiquei atrasando post e esqueci de falar da máquina de livros que eu vi no metrô lá em abril. Só lembro que foi em algum ponto da linha verde (provavelmente estação Brigadeiro).

E funciona como qualquer máquina de doces dessa que a gente enfia o dinheirinho e aperta o código no melhor estilo batalha naval.

Como a máquina não devolve troco e só aceita notas, o mínimo que você paga é R$2. O que pra ser sincera, é muito justo (do ponto de vista de “mínimo”).

São 15 opções variadas, e pra testar acabei escolhendo “O Cortiço” de Aluísio Azevedo.
O livro vem impresso em papel jornal e pelo que eu entendi tem patrocínio da Petrobrás.

Um incentivo muito bacana para a leitura.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s