Intocáveis (The Intouchables)

poster_intocaveis_1

Sinopse

Philippe (François Cluzet) é um aristocrata rico que, após sofrer um grave acidente, fica tetraplégico. Precisando de um assistente, ele decide contratar Driss (Omar Sy), um jovem problemático que não tem a menor experiência em cuidar de pessoas no seu estado. Aos poucos ele aprende a função, apesar das diversas gafes que comete. Philippe, por sua vez, se afeiçoa cada vez mais a Driss por ele não tratá-lo como um pobre coitado. Aos poucos a amizade entre eles se estabelece, com cada um conhecendo melhor o mundo do outro.

Trailer

Pitaco da Mô

intocaveis_filme O filme francês é inspirado em uma história real e eu achei lindo. Com muito humor e uma trilha sonora deliciosa, o filme me prendeu de uma maneira muito boa, pois não fiquei com dó de Philippe em momento nenhum, ele não se faz de vítima e Driss não trata ele como um coitado. Mesmo com histórias de vida tão diferentes, os dois acabam se conectando e aprendem muito um com o outro. Driss é uma verdadeira revolução na vida do milionário e em todos à sua volta, enquanto tem que cuidar da sua própria família e seus segredos.

É claro que o filme tem toda aquela lição de “viva a vida, ela é bela, independente de qualquer coisa”, o que foi até uma exigência do Philippe real (o cara que inspirou tudo) para contar sua história, ele queria algo bem pra cima, carismático, e ele teve sua ordem cumprida. E é lógico que quando se é rico como ele, fica ainda mais fácil ter uma vida feliz e digna, tem até uma passagem em que ele diz algo como “Tenho a sorte de ser um tetraplégico rico”, mas isso não deixa de nos incentivar a sonhar e também a buscar a famosa felicidade.

intocaveis_filme_2Eu me peguei rindo em quase todo o filme, mas também tem o toque de drama necessário. Fora que é visualmente muito bonito. Os atores estão muito bem em seus papéis e muito reais.

As cenas do pão, do telefone, do teatro, do bigode e das cartas são as minhas favoritas. 🙂 (praticamente o filme inteiro, eu sei! hahahahha)

A única coisa que eu achei que poderia ser diferente, é Philippe ter um pouco mais de convívio e diálogo com a filha, que quase nem apareceu, e surgiram brechas para que isso acontecesse, mas como rolam boatos de que o filme pode ter uma continuação (o que eu honestamente nem acho necessário), pode ser que trabalhem nisso.

Nota

5estrelas

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s