Fiquei Com Seu Número – Sophie Kinsella

Comecei a ler esse livro por indicação da Lia, do blog Just Lia, quando ela fez um vídeo com o top 5 de livros atuais que ela mais gosta, e  acabou citando este como “bônus”, e me chamou atenção a história diferente, e que bom que eu li, porque eu simplesmente adorei!

fiquei_com_seu_numero_sophie_kinsellaSinopse: A jovem Poppy Wyatt está prestes a se casar com o homem perfeito e não podia estar mais feliz… Até que, numa bela tarde, ela não só perde o anel de noivado (que está na família do noivo há três gerações) como também seu celular. Mas ela acaba encontrando um telefone abandonado numa lixeira de hotel e o adota. Perfeito! Agora os funcionários podem ligar para ela quando encontrarem seu anel. Quem não gosta nada da história é o dono do celular, o executivo Sam Roxton, que não suporta a ideia de haver alguém bisbilhotando suas mensagens e sua vida pessoal, mas Poppy não pode abrir mão do telefone. E depois de alguns torpedos trocados, Sam e Poppy percebem que não vão se livrar tão facilmente um do outro.

Pitaco: Esse foi o primeiro livro da Sophie Kinsella que eu li, e eu não sei porque eu demorei tanto para começar, pois achei divertidíssimo, e já coloquei todos os outros dela na lista para ler muito em breve, mesmo sem nem ter lido as resenhas direito. hahahhaa

A tímida Poppy já acredita que a  família inteligentíssima de seu futuro marido a odeia e perder o estimado anel de noivado com certeza não vai ajudar em nada. Mas depois de perder também o próprio celular, sua única esperança é um telefone que fora abandonado pela secretária do arrogante Sam Roxton, e faz um acordo com ele para ficar com o aparelho só até o hotel ligar dizendo que encontrou o anel. No meio disso tudo, ela começa a receber os e-mails de Sam e, oh-oh, começa a respondê-los, para o desespero do executivo, que agora, além de cuidar da empresa em que trabalha, precisa corrigir as besteiras de Poppy.

Com um casamento para planejar, e-mails para serem encaminhados, e um anel para ser encontrado, Poppy, com a ajuda de Sam, acaba achando muito mais do que ela jamais imaginara.

“Um cartão eletrônico de condolências por causa de um cachorro – diz Sam com uma voz estranha – Sim, até eu estou impressionado comigo mesmo.”

O livro é super bem escrito, não deixa nenhuma ponta solta (talvez só a reunião que o Sam comenta em um determinado momento, mas é irrelevante), é interessante, fofo e super engraçado, eu dei várias gargalhadas ao longo da leitura, que fluiu muito bem.

Fora isso, achei a capa linda. Ah! E a história se passa em Londres. Precisa dizer mais alguma coisa? 😉

“Ele não percebeu que eu era uma pessoa – eu explico, ruborizando – Eu fingi ser o correio de voz.”

Skoob

Onde Comprar

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s