Trabalhar no Paraíso Pode Ser Um Inferno – Simon Rich

Primeiro livro do Simon Rich que eu leio, e levei um susto quando descobri que ele tem 29 anos, porque na conta capa está uma foto que parece que ele tem uns 15!

trabalhar_no_paraiso_pode_ser_um_infernoSinopse: Entediado, Deus decide que a Terra já deu o que tinha que dar. A menos que dois anjos idealistas façam um milagre acontecer… Bem-vindo à Céu Ltda., a corporação mais mau administrada que existe. Desde tempos remotos, seu fundador e presidente (conhecido em alguns círculos como Deus) passa os dias jogando golfe. Quando resolve aparecer no trabalho, não é para acabar com guerras ou pôr fim à fome, mas sim para procurar seu nome no Google e ler o que os humanos pensam dele. Na verdade ele nem pensa muito na Terra, até o momento em que uma funcionária recém promovida a anjo lhe faz uma reprimenda e Ele é obrigado a pensar naquele planeta que criou e que… não deu certo! Diante dessa constatação, resolve mandar os homens pelos ares. Como não é uma decisão definitiva, só o resultado de uma aposta que propõe a seus anjos subalternos fará com que o Todo Poderoso desista de seu grande plano. Será que os anjos conseguirão ganhar a aposta? Qual truque esconderão na manga para salvar a humanidade do Juízo Final?

Pitaco: Só com a sinopse eu já fiquei super empolgada com esse livro, que tem uma temática bem diferente daqueles que costumo ler. Anjos que controlam o destino dos humanos, os formato das nuvens e que checam a compatibilidade amorosa de um casal? Por favor!!! Deve ser muito legal e engraçado, certo?

Mais ou menos, pelo menos pra mim.

Deus percebeu que o mundo não tinha dado certo e resolveu destruir a terra em um mês, caso dois anjos falhassem em aproximar um casal extremamente anti social.  Tarefa difícil, eles sabem, mas vão fazer o possível para que isso aconteça, mesmo que tenham que quebrar hidrantes, parar trens e estragar comidas.

Os anjos, Craig e Eliza, são legais e eu gostei dos dois, mas achei os dois humanos beeeeeem sonsos, até demais. Caricato demais, talvez por isso já não tenha gostado tanto do livro, mas além disso, para mim, Simon Rich se preocupou mais em zoar o céu do que investir na história que tinha tudo para ser sensacional. Não estou reclamando de forma religiosa, mas achei um pouco exagerado da parte dele transformar o céu em uma grande palhaçada, com um chefe que não está nem aí, anjos puxa-saco, reclamões e bêbados ao extremo, que também não se importam com seus trabalhos e somente com a hora de ir embora.

Ok, nenhuma diferença daqui da terra, né? Eu sei. E é exatamente por isso que eu me frustrei. Esperava algo mais elaborado e diferente e não literalmente “à sua imagem e semelhança”. 

O livro não é ruim, mas eu esperava mais “magia” e menos realidade. hahahah (Ah, eu também achei alguns errinhos de revisão durante a leitura :/ )
É bem fininho e dá pra ler em algumas horinhas. E para quem está achando que o livro abordará de maneira religiosa, mística ou algo do tipo, não é nada disso, Deus e os anjos não poderiam ser mais “humanos”.

“Tudo bem, o departamento de Milagres não era tão importante como, digamos, a Garantia da Gravidade ou a Prevenção da Era do Gelo. Ah, sim, também não era tão legal quanto Design de Nuvens, Produção de Pavões, ou o Departamento do Pôr do Sol.” (Certeza que eu gostaria de trabalhar no Design de Nuvens! hahahaha)

Skoob

Onde comprar

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s