Faça Boa Arte – Neil Gaiman

faca_boa_arte_neil_gaimanSinopseFaçam boa arte. Esse foi um pedido sincero de ninguém menos que Neil Gaiman quando discursou para a turma de 2012 da University of the Arts na Filadélfia. Um discurso autêntico e repleto de significado – durante os 19 minutos em que falou, dois dos mais emblemáticos conselhos de Gaiman foram “criem suas próprias regras” e “cometam erros”, conceitos libertadores defendidos para os alunos, que deram origem ao livro.
Com a colaboração crucial do renomado designer gráfico Chip Kidd, “Faça Boa Arte” abusa dos recursos gráficos e da metalinguagem para expressar o poder da criatividade. Gaiman alega que em qualquer área artística e de criação mesmo os erros que cometemos têm um grande potencial: com sensibilidade e muito trabalho, podem se transformar em brilhantes insights.

Pitaco: O livro é a versão gráfica do discurso de 2012 que Neil Gaiman fez na University of the Arts, para os formandos ali presentes, e que tiveram a oportunidade de ouvir ao vivo que deveriam fazer boa arte, aprender com seus erros, aproveitar o momento e fazer o que gostam. Um pouco clichê? Sim, mas quem liga? É o Neil Gaiman abrindo seu coração, contando suas experiências e incentivando a sempre fazer boa arte, afinal, já passou pela mesma situação, aprendeu com seu passado, tem uma carreira de sucesso e está ali oferecendo seus conselhos, no momento em que, talvez, eles mais precisem, que é a graduação, onde várias perguntas se passam na cabeça dos formandos sobre seus futuros, medos, e possíveis sucessos, e todas as palavras gentis e úteis, são bem vindas.

Mais do que o próprio discurso, o livro é bacana pela diagramação, que eu achei incrível, afinal Chip Kidd utilizou como recurso apenas tipografias, sem recorrer à imagens, fotos ou qualquer outra coisa.

É o típico livro que se lê em minutos, bem rapidinho, mas que vale a pena, principalmente para quem trabalha com criação e arte, e que pode levar as palavras de Gaiman como conselho para a vida, e o formato gráfico do livro como inspiração de carreira.

Assim como “Roube Como Um Artista” do Austin Kleon, “Faça Boa Arte” também para incentivar naqueles dias em que estamos sem estímulo e tudo o que precisamos são palavras de alguém que já esteve em nosso lugar e se saiu muito bem, obrigada. 😉

Skoob

Onde comprar

Aqui nesse link vocês conseguem assistir ao discurso do Neil Gaiman na University of the Arts.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s