Moana: Um Mar de Aventuras

moanaOntem, dia 05/01, chegou aos cinemas brasileiros a nova animação da Disney chamada Moana – Um Mar de Aventuras.
O filme conta a história da garota polinésia Moana, que incentivada pela sua avó, embarca em uma aventura para salvar a sobrevivência da sua tribo, mesmo contra a vontade de seu pai. Para isso ela precisa encontrar o metido semi deus Maui, que é o responsável pela bagunça, e fazer com que ele a ajude nessa missão.

A premissa de salvar o mundo pode não ser tão diferente dos clássicos desenhos da empresa, mas a diferença é que não existem príncipes e princesas, castelos extravagantes e um romance de pano de fundo. E deixa eu te contar uma coisa: nada disso fez falta.
O filme é recheado de ação, de humor, de coragem e de inspiração, sem deixar de lado o combo clássico de amizade, família e lealdade que a Disney sempre reforça brilhantemente. Outro aspecto que me chamou a atenção foi a questão ecológica que é sutilmente abordada na animação e que planta uma sementinha de esperança e consciência nas crianças, mas sem ser piegas.

Moana traz novamente a receita de filmes com canções, diferentemente dos últimos lançamentos como Zootopia e Divertida Mente. Músicas leves e chicletes, mas que dão sentido e certa graça ao filme, como a fofa “Seu Lugar” e a engraçada “De Nada” cantada por Maui. (Durante os créditos podemos ouvir a versão original em inglês “You’re Welcome” interpretada por Dwayne Johnson!)

Eu saí do cinema com a sensação gostosa de que Moana cumpriu seu trabalho ao mostrar, principalmente para  as crianças, que a autoestima e a vontade de fazer acontecer são as coisas mais importantes. Ela é poderosa sem precisar de nenhum super poder ou de ninguém. Me lembrou muito Mulan e Merida (de Valente), outras personagens fortes da Disney que não aceitam “não” como resposta (todas as personagens corajosas começam com M?), e a história em si, esse contato com a natureza, lembra um pouco de Pocahontas.
Já o Maui é super cativante e tenho certeza que vai arrancar várias risadas suas junto com o galo de estimação da Moana.

Ah! Como já está virando tradição em filmes Marvel/Disney, depois dos créditos tem uma pequena cena extra. Não deixe de conferir. 😉

Outro motivo que me fez amar ainda mais o filme foi o curta apresentado antes, chamado Trabalho Interno. Dirigido pelo brasileiro Leonardo Matsuda, mostra a vida de Paul, um trabalhador que segue a mesma rotina todo dia, até que seu coração começa a ansiar por coragem para seguir seus sonhos. Uma graça! Sem dúvida nenhuma já está no meu top 5 de melhores curtas. ❤

trabalho-internoPs.: Assisti em 3D porque não tinha outra opção, mas se puder evitar vai economizar dinheiro, já que não tem nenhum efeito que justifique o 3D.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s